31
ago

A ascensão de Marina Silva, o programa do PSB, e os evangélicos

por: Antognoni Misael


COLETIVA DA CANDIDATA DERROTADA MARINA SILVAApós a morte de Eduardo Campos e a oficialização da candidatura de Marina Silva sua campanha subiu rapidamente num curto espaço de tempo como uma espécie de foguete. Ora, quem imaginaria a possibilidade da Marina vencer o 1º turno com o tempo de propaganda política pífio em relação a candidata Dilma Roussef?

Esta semana, após algumas pesquisas declararem empate técnico entre as duas candidatas e a vitória de Marina no 2º turno as redes sociais, sites e blogs passaram a veicular supostas contradições na postura de Marina Silva, principalmente após a divulgação do Programa de governo do PSB em que esta apoiaria a aprovação do projeto do casamento civil gay , posteriormente alterado, conforme matéria do O Globo. A consequência disso tudo foram uma chuva de gente deferindo fortes críticas a Marina em virtude da então contradição entre sua política e sua fé.

(Adianto imediatamente que este post não tem fundo partidário, mas abre oportunidades para o debate e a apreciação do posicionamento de muitos leitores, inclusive cristãos)

As opiniões sobre Marina se dividiram na internet. Abaixo, veja um vídeo em que Silas Malafaia explica o porquê de não votar em Marina (o vídeo é da campanha de 2010 mas voltou a ser bastante compartilhado, a saber que o Pr. Silas não vota na Marina e continua a criticar sua política):

Em contraponto, o Pr. Caio Fábio, recentemente, em seu programa diuturno deferiu apoio a candidata do PSB, dizendo que o grande eleitorado da Marina é fora do segmento evangélico e que os “publicanos, pecadores, visionários…”, estes sim faziam parte do seu eleitorado:

Nas redes sociais, o Pr. Euder Faber, organizador da VINACC expressou sua indignação quanto a polêmica e citou Malafia o qual foi matéria no Gospel Prime (Plano de governo de Marina é pior que o do PT, diz Silas Malafaia), veja:

“Bem, discordo de Malafaia em muitas questões, mas nessa vou concordar:

‘O Programa de governo de Marina pensa que o povo de Deus é idiota.Corrigiu palavras mas a essência é a mesma,pior,cheio de subjetividades”, postou na rede social, acrescentando que o programa faz “defesa vergonhosa da agenda gay” e “com dados mentirosos sobre assassinatos” de homossexuais.” Silas Malafaia”

A blogueira do tablóide Mulheres Sábias, Rô Moreira, expressou-se na defensiva ao lado de Marina, e escreveu em um dos comentário seus:

“Estão querendo jogar com ela, dizem que ela diz uma coisa e depois outra. Querem colocar os crentes contra ela, e o secular tbm. Sendo que Marina nunca precisou dos crentes pra se eleger em nada. Ela tem que seguir o caminho dela, firme e pra vitoria. O PT ta desesperado, eles vão jogar pesado agora”.

Abaixo, veja um vídeo em que Marina elucida sobre sua visão de Estado Laico:

Diante do breve exposto, confesso que em termos partidários, nunca vi eleição  tão complicada para um cristão exercer o seu voto.

Temos como opção mais próxima da vitória nesta eleição a tríade PT, PSB e PSDB, e como diria um amigo meu: “votar para presidente em 2014 é escolher de onde vem o menor fedor”. Poxa, que reflexão indigesta não é?

Ainda sobre a escolha dos presidenciáveis, o vlogueiro Yago Martins disse que não vota na Marina, nem no Pr. Everaldo, veja:

“Lendo o plano de governo da Marina, eu não vejo diferença entre ela e Dilma. É tudo absolutamente o mesmo que o plano do PT, partido que Marina foi fundadora. Só o que difere mesmo é a maior ênfase no ambientalismo, erro que o PT não cometia com tanto vigor. Trocar Dilma por Marina tem um ponto positivo, que é mostrar ao PT que eles não são donos do país. Mas é a única vantagem mesmo. Como diria minha santa mãezinha: troco um pelo outro e não quero volta.

Se o Everaldo entendesse do que defende, eu votaria nele, mas este ano vou ter que ir de Aécio. Pelo menos o partido dele não é do Foro se São Paulo, como o partido da Marina.”

É bom lembrarmos que depois da resolução do TSE, realmente não votamos mais em pessoas, mas em partidos, e portanto, aí está o ponto crítico das escolhas que iremos fazer. Quais dos três partidos (PT, PSB e PSDB) tem um programa de governo que menos confronte com a nossa fé cristã? Outra coisa, até que ponto as exposições do programa do PSB foram fielmente as exposições do pensamento político de Marina Silva? Para elucidar bem esta questão clique na matéria “Marina diz que não mudou de opinião sobre defesa dos direitos dos homossexuais“, de O Globo e entenda o caso.

Para finalizar, diante de tantos reclames e críticas a respeito destas últimas tensões envolvendo Marina Silva, o PSB, o PT e os evangélicos, em sua grande maioria em tom de desabafo e decepção,  republico abaixo um texto bastante pertinente do prof. de Direito da Universidade Federal de Sergipe, Uziel Santana, o qual pode servir como um bom referencial para as discussões tanto nas redes sociais quanto fora dela:

PLANO DE GOVERNO, ELEIÇÕES, MARINA, PSB, PT E PSDB: alguns poucos elementos para a discussão.

“Quando a discussão eleitoral começa a envolver o Programa partidário e a Plataforma de Governo do Partido ou Coligação, creio que há um avanço. É isso mesmo que a ANAJURE tem demonstrado como necessidade, especialmente, no pouco informado e muito alienado segmento evangélico.

Pois bem. Quem conhece o PSB e mais ainda os redatores do Plano de Governo do PSB, principalmente o colega Prof. da UFPE, ex-PT, Maurício Rands, sabe que o que estava na primeira versão é o pensamento politicamente correto da esquerda e particularmente dele e seus correligionários. O PSB, como partido da esquerda, nada mais fez do que apresentar o que historicamente sempre foi assim. O pensamento pessoal de Marina Silva, ao contrário, nunca foi esse e pode ser sintetizado na entrevista que ela deu hoje no Rio de Janeiro: “Independente de qualquer coisa o nosso compromisso é com o estado laico, com o respeito às liberdades individuais e religiosas. O estado laico é para defender os interesses de todos, daquele que crê e o que não crê, independente de cor, orientação sexual ou religião” (http://oglobo.globo.com/brasil/marina-diz-que-nao-mudou-de-opiniao-sobre-defesa-dos-direitos-dos-homossexuais-13782863?utm_source=Facebook&utm_medium=Social&utm_campaign=O%20Globo).

A grande questão é saber como este enfrentamento se dará num eventual governo Marina, já que sua posição pessoal é contra criminalização da homofobia, casamento gay e adoção por homossexuais. Sobre isso, aproveito para convidar os meus amigos de SP para estarem dia 15 de setembro na Mackenzie, onde apresentaremos o que juridicamente é pacífico com relação a este choque de forças e opiniões.

Por outro lado, não se tem falado do PSDB e suas políticas programáticas pró-LGBT. O PT, já sabemos, é entusiasta e “promoter” da causa LGBT. Pensando nisso, acrescento aqui alguns elementos para a discussão, especialmente, dos que se arvoram em temas que pouco conhecem e estudam, dia-a-dia. O eleitor brasileiro é cada vez mais como torcedor em época de Copa do Mundo. É preciso estudar e acompanhar os temários nacionais e locais da polítca brasileira para não ser engabelado pelo “analistas” de última hora, normalmente, injustos e autoritários nas suas posições.

Vamos lá, sobre o PSDB:

Notícia da semana passada do histórico, institucionalizado e bem articulado Movimento Diversidade Tucana (presente em vários estados do Brasil no âmbito do PSDB – mais fortemente no PSBD-SP). A notícia se refere àquele menino do Kit macho, que se diz evangélico e nosso candidato a Deputado Federal pelo PSDB-DF. O PSDB suspendeu a veiculação de sua propaganda eleitoral – e claro não poderia ser diferente! (passou os limites da loucura social). Mas o mais importante é a fala do Tucano, presidente da Diversidade Tucana – PSDB-SP sobre o que é a realidade do programa do PSDB sobre LGBT:

“Ele disse em uma entrevista que se filiou ao PSDB em 2011, e que o partido nunca teve histórico relacionado à cidadania LGBT. Fica claro que ele não sabe nada sobre o partido a que se filiou. Em 2011, o PSDB já havia protagonizado avanços pioneiros para LGBT na Presidência da República, na Prefeitura de São Paulo, nos Governos dos estados de São Paulo, Pará, entre outros. Ele decidiu ser candidato meses depois de o PSDB incorporar ao seu Estatuto o respeito às diferentes orientações sexuais e identidades de gênero como uma de suas diretrizes. Então fica claro que o PSDB não é o partido que ele pensa, deveria ter pesquisado melhor antes de escolher o partido a se filiar” (In: http://www.diversidadetucana.com.br/)

É preciso dizer mais alguma coisa?

Quer saber mais sobre o histórico do PSDB nesta área.Sabe qual o primeiro estado da federação que aprovou um PL nos moldes do PL 122, muito mais draconiano inclusive? São Paulo. Veja na ÍNTEGRA a LEI promulgada em 2001, por Geraldo Alckmin: http://www.al.sp.gov.br/repositorio/legislacao/lei/2001/lei-10948-05.11.2001.html Vamos agora ao tema da Participação Social objeto do Decreto do PT.

Veja a opinião do Tucano Bresser Pereira: http://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2014/06/1468885-luiz-carlos-bresser-pereira-democracia-participativa.shtml

Veja os Estados, Governadores e Partidos que firmaram compromisso com o Governo Federal para implementar, nos moldes do Decreto Petista, a Participação Social:

• Alagoas – PSDB;

• Bahia – PT;

• Ceará – PROS;

• Distrito Federal – PT;

• Goiás – PSDB;

• Mato Grosso do Sul – PMDB;

• Pará – PSDB;

• Paraíba – PSB;

• Rio de Janeiro – PMDB;

• Rio Grande do Sul – PT;

• Santa Catarina – PSD.

Teria muito mais a dizer, mas acho que já é um bom começo para a discussão no facebook!

Espero que, se eleita, Marina tenha força de mudar muita coisa. Mas temo que ela fique refém da falta de governabilidade.”

Bem, diante desta matéria, se eu e muitos que conheço imaginaram que o PSDB é o partido com um programa ameno quando se põe em cheque a cosmovisão de nossa fé, na verdade o que ocorre é um engano de nossa parte. Ao que parece, o PSDB, na verdade, não está nem aí, em geral. São como um tipo de pilatos – dançam de acordo com o batuque do povo e caso cheguem ao poder podem naturalmente por em prática o seu programa que também contém políticas idênticas ao PT e PSB no que se refere a LGBT, casamento Gay e diversidade sexual. E quando se fala de PL 122, basta observarmos o que ocorreu em São Paulo – um PL 122 versão mais “hard”, ou seja, o PSDB não só apoiou, mas deu início a isso.

Portanto, em termo de voto, estamos entre a cruz, a espada e o Pr. Everaldo. Que o Senhor nos dê sabedoria para que façamos a escolha menos nociva a nossa presidência, mas sempre lembrando que o Senhor é quem rege e governa sobre tudo e todos, e portanto Ele mesmo há de constituir uma autoridade para nossa nação segundo a sua perfeita vontade.

E quanto a você leitor,qual sua opinião diante desta “babel”  dos presidenciáveis? Em quem votar?

***

Arte de Chocar

NÓIS NAS REDES! E AÍ, O QUE ACHOU? COMENTE!0


28
ago

MERCADO GOSPEL PRODUZ “ARTISTAS”, VIVE DE CLÁUSULAS E LUCRO – O EVANGELHO? (…) É OUTRA COISA!

por: Antognoni Misael


aposan620x350-620x350Hoje me deparai com a matéria abaixo que de forma aberta expõe a grande problemática do mercado da música gospel. Existe uma cruz e uma espada (de ouro). A Cruz seria o Evangelho sem barganhas, o ministério da dependência de Deus, o “estrelato do anonimato”, a moderação dos holofotes, a liberdade de expressão da fé, o tesouro invendível e desprovido de ostentação, a Graça, a arte cristã pela glória de Deus. A espada (de ouro) seria a cláusula do contrato em nome do mercado, a profissão na dependência da produção, o estrelato da fama, os holofotes do ego, a limitação da liberdade em virtude dos contratos, a verdade manipulada e adaptada as inúmeras ocasiões, a farsa, a arte gospel pelo sucesso do segmento, a música gospel pela glória e riqueza do homem.

O até então baterista do Oficina G3, ficou entre a Cruz e a Espada. Veja a matéria abaixo.

TÍTULO: Ex-Oficina G3 revela detalhes de sua saída e multa milionária

 O baterista Alexandre Aposan voltou a falar sobre sua saída do Oficina G3 e revelou detalhes da situação que o fez optar por deixar a banda após oito anos, sendo três como membro oficial.

Numa entrevista concedida ao portal Guia-me, Aposan disse que para fazer projetos paralelos e/ou participações especiais em shows/CDs de outros artistas, teria que cumprir algumas formalidades ou pagar uma multa milionária exigida nos contratos do Oficina G3.

A banda atualmente estuda a renovação de contrato com a MK Music ou a ida para outra gravadora, segundo o baterista.

“Eu não estou falando mal da MK. A Alomara, a Yvelise, Cristina, Marina de O
livera são minhas amigas e eu não vou falar mal delas. Vou falar a verdade. Com o término do contrato com a MK, tem alguns contratos que o Oficina G3 ainda está analisando – não é somente [a renovação] da MK. E todos estes contratos vão contra àquilo que eu acredito. Por exemplo, eu gravei um DVD que se chama ‘Entre Irmãos’ e nele tem uma boa parte da galera com quem eu já trabalhei e seu eu continuasse na banda, se eu assinasse qualquer um desses contratos, eu não poderia gravar o ‘Entre Irmãos 2′, um outro ‘Ao Som dos Tambores’ ou um outro do DVD do For Action, como eu gravei agora. Eu ia ter que viver só com o Oficina G3. Se eu subisse em algum palco com qualquer outro artista – instrumental ou não – e esse artista não falasse: ‘Eu estou aqui no palco com o Alexandre Aposan, da gravadora X e da banda Oficina G3′, eu ia ter que pagar uma multa de 2 milhões e 100 mil reais
”, desabafou o baterista, explicando o porquê de sua saída.

Aposan disse ainda que se seu interesse fosse puramente financeiro estaria tocando para artistas do meio secular: “Eu vou deixar de pegar um talento que Deus colocou na minha mão para abençoar várias vidas e ficar preso em um contrato? Se for para assinar um contrato, eu volto para o meio secular. Eu volto a tocar com Anitta e Naldo, se for por dinheiro. Só que o talento que Deus me deu é para levar a Palavra através dos tambores e é que eu vou fazer pelo resto da minha vida. Muitos iam fazer o que? Pensar: ‘Eu não vou sair. O Oficina G3 é a maior banda de rock do Brasil’. Eles realmente são. Mas eu não estou atrás de holofote, nem nada disso. Quero fazer a obra de Deus”, disse.

[Fonte: Gospel+, via Templo Metal.]

____

Voltando… Há dúvidas de que o movimento gospel e toda sua engrenagem funciona a partir de uma dinâmica puramente capitalista e com ‘modus operandis’ idêntico aos modelos de  entretenimento seculares? Definitivamente, é preciso sim, uma Reforma da Cosmovisão Cristã diante desta cultura avassaladora produzida pelo, por assim dizer, “mundo gospel”.

“Foi para a liberdade que Cristo nos libertou”…(Gl 5.1) , e daí eu me arrisco a dizer: “inclusive das correntes humanistas e mercadológicas do mercado gospel”!!

Que o Senhor tenha misericórdia de nós. Que a sua igreja não adapte a sua Verdade a barganhas, cláusulas e investidas mercadológicas, a qual o mundo tanto almeja e se alimenta.

***

Matéria indicada por Elivânia Rodrigues, a qual também tem se entristecido com tanta distorção acerca do Evangelho nas música dita evangélica.

Antognoni Misael.

 

NÓIS NAS REDES! E AÍ, O QUE ACHOU? COMENTE!0


28
ago

Propaganda eleitoral gospel obrigatória

por: Antognoni Misael


neymerO vídeo abaixo é do humorista Jonathan Nemer.E qualquer semelhança com a música gospel e a politicagem no meio brasileiro é mera coincidência.

Eu ri de rolar, porém, após longas ‘gaitadas’ veio-me o “banzo” realista da situação triste da política brasileira.

Diria que o vídeo me provocou então, risos aflitos…

***

Arte de Chocar

NÓIS NAS REDES! E AÍ, O QUE ACHOU? COMENTE!1


28
ago

UM BATE PAPO SOBRE A REALIDADE DA IGREJA BRASILEIRA NO CABRACAST

por: Compartilhamento


oscabracastPor Ivandro Menezes

Nos dias 22, 23 e 24 de agosto de 2014, aconteceu na cidade de Guarabira, no estado da Paraíba, a primeira edição da Conferência Mundo, na qual reunimos a cabruêra com um cabra macho demais, o pastor e conferencista Renato Vargens, para falar sobre os caminhos e descaminhos da fé evangélica brasileira, tomando como base a Reforma Protestante e a sua relevância para os nossos dias. Em uma conversa franca, apaixonada e apaixonante, o pastor Renato tece uma análise crítica da igreja brasileira, revela o seu temor e aponta os bases e o caminho para sairmos da total irrelevância e caminhar para sermos relevantes e, sobretudo, saudáveis. Então se avexe em divulgar esse pequeno trechinho que preparamos para você e se programe para no dia 10/09 conferir a íntegra desse papo arretado de bom!

Clique (aqui) e ouça o TEASER do pastor Renato Vargens no “Cabracast”

SOBRE OS CABRACAST

Os CabraCast nasceu do inusitado encontro de um cabra paraibano, Ivandro Menezzes, e outro pernambucano, Heder Judson, numa pequena cidade do sertão pernambucano, onde ambos vieram trabalhar. Inconformados com as falácias pregadas no meio evangélico e movidos por uma vontade de denunciar, refletir e pensar a fé e a espiritualidade decidiram juntar a cabruêra – um bando de cabras da peste – para pensar, debater e refletir sobre temas diversos. Além dos dois cabras, eles recrutaram do sertão pernambucano o nosso vitrinista, Rafael Souza, que cuida de toda a parte visual do site.

SITE: http://oscabracast.com.br
FEED: http://oscabracast.com.br/feed/podcast
TWITTER: @OsCabraCast
FACEBOOK: http://facebook.com/OsCabraCast
INSTAGRAM: @OsCabraCast

Texto de Ivandro Menezes, um dos cabras arretados do Cabracast

NÓIS NAS REDES! E AÍ, O QUE ACHOU? COMENTE!0


27
ago

O Cruzeiro com Fernandinho e o naufrágio de Paulo – pensando sobre o mundo Gospel

por: Antognoni Misael


cruzeiro gospel“Senhores, vejo que a navegação há de ser incômoda, e com muito dano, não só para o navio e carga, mas também para as nossas vidas” [Apóstolo Paulo em Atos 27:10]

Cruzeiro Gospel! Quem diria que num país onde há uma enorme desigualdade social, onde periferias dos grandes centros, as fronteiras do norte amazônico e o sertão do nordeste carecem de ouvir o evangelho, muitos estejam passeando no conforto ministerial.

A seara é grande! Mas e os trabalhadores… estão em alto mar…

Não quero fazer uma análise social dos carentes da pregação do evangelho. Isto porque entendo que há pobres que são ricos de graça e bondade, e ricos que podem ser os mais miseráveis e infelizes dos homens.

Mesmo assim vale apena pontuar a irrelevância dos artistas do meio gospel. Estou para vê-los levando a palavra aos incautos e esquecidos desta nação; estou para vê-los nas favelas e sertões; estou para vê-los pregar o Evangelho sem a barganha do mercado, sem o estrelato, sem a absurda grana.

O triste é que muitos deles se consideram pastores e missionários. Pastores que não pastoreiam, e missionários com missões luxuosas semelhantes a colunas de férias.

Observe a minha ponderação. Não estou dizendo que é errado se levar música cristã em cruzeiro. O que quero deixar claro é que quando isso faz parte de um sistema mercadológico e empresarial cujo centro é arrecadação de lucros e propagação de um segmento (gospel), mais se distancia-se do objetivo primordial de se pregar o Evangelho puro e simples.

Na fan page do cantor ele deixa o seu recado:

“Estamos muito felizes com essa oportunidade! Esse será um tempo especial para estarmos juntos e gostaria que você e sua família estivessem conosco. Ministrarei em todas as reuniões.
Tenho certeza que sua vida será impactada pelo que Deus fará naqueles dias!
Não deixe pra última hora.
Informações e reservas: www.cruzeirosgospel.com.br
(13) 30220695 / 991225229 / 997106022
Se desejar, tire dúvidas com a Faz Chover Produções: (22) 27247861.”

Então me recordo dos muitos “perrengues” que o apóstolo Paulo passou nos seus “cruzeiros” a serviço do reino:

“Mas o centurião, querendo salvar a Paulo, lhes estorvou este intento; e mandou que os que pudessem nadar se lançassem primeiro ao mar, e se salvassem em terra” [Atos 27:43]

Quando a coisa é muito fácil, o caminho facilmente se abrirá.

***

Antognoni Misael

NÓIS NAS REDES! E AÍ, O QUE ACHOU? COMENTE!5


26
ago

CONSELHO DE PASTORES DE SUZANO EMITIU UMA ESCRITURA ESPIRITUAL DE COMPRA DA CIDADE CUJO VENDEDOR É O DIABO

por: Compartilhamento


heresiaVerdadeiramente chegamos ao FUNDO DO POÇO.

Falta-nos palavras para relatar o que sentimos diante do que vimos. Para nossa tristeza e vergonha o Conselho de Pastores da Cidade de Suzano, emitiu uma “escritura espiritual” de compra da cidade cujo vendedor é o diabo.

O temporas O mores!

Veja o vídeo abaixo e tire suas conclusões.

[POR MOTIVO DESCONHECIDO O VÍDEO FOI REMOVIDO]

***

[Redação do Pulpito Cristão]

NÓIS NAS REDES! E AÍ, O QUE ACHOU? COMENTE!1


25
ago

Conferência Mundo – Dias Relevantes

por: Antognoni Misael


mundo

Neste final de semana, a Igreja de Cristo, em Guarabira (PB), foi convidada a voltar ao primeiro amor, às bases da reforma protestante. Tivemos, de fato, três dias relevantes para este despertamento espiritual, quando o Evangelho, genuíno e simples, foi pregado para louvor e glória de Deus, transformando vidas. Foi assim a I Conferência Mundo realizada pela Igreja Presbiteriana de Guarabira, de 22 a 24 de agosto.

Eu, particularmente, fui impactado e renovado, tanto pelos louvores quanto pelo Evangelho de Cristo, que é poder de Deus e salvação para todo aquele que crê (Romanos 1: 16). Acredito que muitos tiveram, realmente, um encontro com Cristo. Outros, da mesma forma, renovaram compromisso com ele durante o evento.

A igreja estava linda. Mas o que mais chamou a atenção foi a BELEZA e as verdades inegociáveis do Evangelho, proferidas por homens de Deus como Renato Vargens, Rennan Dias, Marco Teles e Jader Medeiros, que têm muito em comum: são servos do Senhor Jesus e ministros do Evangelho que salva. Esses homens, meus irmãos, não hesitaram em deixar ‘o conforto de casa’ para estarem em nosso meio compartilhando da nossa alegria, em Cristo. Ao Deus o Céu seja a glória, por suas vidas e ministérios.

Louvamos a Deus também pelos ministérios de música que apoiaram e participaram da conferência: Prumo, Ahava, Marco Telles e banda e Bona Vide. Todos apresentaram um repertório similar em diferentes gêneros, tendo a graça de Deus e a salvação através de Jesus como temáticas das canções. Eu tenho certeza que o nome do Senhor Jesus foi glorificado, dentro e fora da igreja.

O papel da Igreja é pregar o Evangelho puro, sem deixar de lado a assistência aos mais carentes. “Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas” (Efésios 2: 10). Durante a Conferência Mundo, a IPG arrecadou alimentos não perecíveis e fez a doação ao Conexão Ide, projeto missionário que atua junto ao povo sofrido do sertão, levando as ‘boas novas de salvação’ e a devida assistência a comunidades carentes.

Por fim, o departamento de Comunicação da IPG parabeniza os organizadores da Conferência Mundo, todos os que estiveram direta e indiretamente ligados ao evento, pela organização e pela fidelidade ao tema “Reforma e relevância”. A gente sabe que é um trabalho cansativo, mas muito gratificante e, sobretudo, edificante. O saldo esse trabalho a gente só vai saber ‘amanhã’ ou, quem sabe, na eternidade.

Jesus vive!

***

Por Joseilton Gomes (Ikeda)

NÓIS NAS REDES! E AÍ, O QUE ACHOU? COMENTE!1


20
ago

Ela se diz evangélica, usa bumbum como profissão e teve muro pichado por religiosos

por: Antognoni Misael


rebekaRecentemente o portal ego (globo) publicou a matéria “Evangélica concorre ao título de Miss Bumbum: ‘Julgarão como pecado’ que diz respeito a candidata Rebeka Francis a miss bumbum 2014. Leia o que o portal escreveu sobre:

Rebeka Francis, a candidata de Rondônia ao título de Miss Bumbum 2014, vem sofrendo com uma pichação ofensiva no muro do prédio onde mora, em São Paulo. Recentemente, a moça – que divide apartamento com a amiga Andressa Urach (vice miss bumbum 2012) – se deparou com a frase ‘Miss Bumbum do Capeta’ em letras garrafais na entrada do prédio.

miss_bumbum_pichacao_1_1

Inicialmente foi especulado que a mensagem seria para Urach, a mais famosa participante do concurso, mas isso foi logo desmentido pela própria Rebeka, que segue a religião evangélica. “Aquilo foi pra mim, pois há dias tinham uns perfis fakes em minhas redes sociais falando sobre minha religião. Como é algo que realmente me ofende, eles acharam meu ponto fraco e quiseram me humilhar. As pessoas são maldosas e acabam não tendo noção de seus atos”, disse a Miss Bumbum Rondônia.

Rebeka contou ao EGO que sempre sonhou participar de um concurso de beleza, mas que a sua família, que segue a mesma religião, não apoia. “Mas eles aceitaram”, garantiu ela, antes de completar: “Quando entrei no concurso, foi para ir até o fim. Posso sensualizar, sim, sem problema nenhum, mas uma coisa é o concurso, outra é a minha religião. Jamais vou sensualizar em uma igreja”.

Em São Paulo, a candidata ao Miss Bumbum 2014 tem frequentado a Igreja Universal com a amiga Andressa Urach, a quem é só elogios. “Conheço uma Andressa que poucas pessoas conhecem, uma pessoa batalhadora, amiga, sincera e também temente a Deus. Sinto que Deus está fazendo a obra na vida dela e me sinto muito abençoada por estar participando disso”, declarou.

Preconceito e ensaio nu

Rebeka sabe que sua opção pode não ser bem aceita pela comunidade evangélica. A candidata, porém, está dedicada a seguir seu sonho. “Não estou me vendendo, nem nada parecido. Sou empresária, estudante e participante de um concurso, mas as pessoas com certeza vão me julgar como pecadora. Quem não tem pecado que atire a primeira pedra. Sei que Deus sabe meu coração e meus sonhos, o que me importa é ir buscar a palavra e alimento para meu espírito”, afirmou.

Ela ainda confessou que ficou tímida no começo por ter que ficar tanto tempo de biquíni, mas que, mesmo com um visual mais discreto, não teria como esconder seus ‘atributos’. “Acredito que dá para ser sensual com roupas mais fechadas também, depende da pessoa. Quando você tem um corpo escultural, qualquer roupa sendo justa deixa as curvas à mostra, mesmo estando toda vestida”, opinou. Já quanto a um possível ensaio nu no futuro, Rebeka ainda está em dúvida: “Não sei se faria, por respeito a minha família, acho que não”.

Fonte: Ego Globo.

***

Nota do blogueiro

Quero pontuar quatro coisas rapidamente:

1) O termo “evangélico” em nossa nação não traz mais o antigo significado de ser seguidor do Evangelho. Ele hoje é um termo ressignificado, e suas conotações perpassam por uma banalização de massa como um fenômeno de democratização do rótulo religioso, até certo ponto compreensível, quando levamos em conta o retrato de uma igreja que tem se moldado a cultura do mundo, ao invés de ser a produtora de cultura.

2) No país onde uma bunda vale mais que uma idéia, e a religião é como cardápio a gosto do freguês, não me espanta a senhora Rebeka tentar conciliar sua poupança (em todos os sentidos) com sua espiritualidade.

3) Caso a igreja que a Rebeka congrega e confessa a sua fé for realmente a IURD, isso apenas corrobora para entender que ela não é genuinamente evangélica, e que o lugar onde ela busca auxilio espiritual é sem dúvida alguma, a maior seita existente no Brasil.

4) O mais triste é notar que já existe uma tentativa de conciliar a sensualidade e erotização com a vida cristã no meio da juventude dita evangélica. Desde as famosas selfie’s, imagens de adolescentes e moças trajando apenas biquíni, e o próprio comportamento feminino dentro de algumas comunidades tem dado uma demonstração clara de que a juventude feminina cristã tem muito mais sido influenciada do que influenciadora diante das imposições feministas do atual momento.

***

Antognoni Misael

NÓIS NAS REDES! E AÍ, O QUE ACHOU? COMENTE!2


1 2 3 4 5 6 143